Como os gatilhos mentais funcionam em marketing e vendas?



Os gatilhos mentais compõem uma técnica largamente utilizada nas melhores estratégias de marketing do mercado. Essa linguagem nos ajuda a desvendar o comportamento humano e, por isso, pode ser útil para conquistar o cliente.


Eles funcionam como disparadores de atitudes, ligando-se aos instintos humanos e ancestrais passados de uma geração para outra. Quando você ouve ou lê que um determinado produto está com estoque limitado, por exemplo, o seu cérebro automaticamente entende aquela como uma situação de escassez e, para garantir a sua sobrevivência, gera um impulso pela compra.


Os gatilhos mentais são bastante úteis dentro de estratégias de marketing, podendo ser aplicados no copywriting dos textos, no design gráfico dos anúncios e em outras soluções adotadas para vender a marca.


Persuasão x manipulação.


É importante entender que os gatilhos mentais não são propostos para manipular alguém e fazer aquela pessoa tomar uma decisão que não tomaria em condições normais. Na verdade, a técnica apresenta sugestões e evoca sensações no consumidor para persuadi-lo.


Essas recomendações certamente podem afetar seu comportamento, mas são incapazes de forçar a mão de alguém pelo sim ou pelo não. Essa é, basicamente, a diferença fundamental entre persuasão e manipulação.

Enquanto a primeira vai expor argumentos honestos para consideração do interlocutor, a segunda tenta obter o resultado esperado pela distorção dos fatos.

Clique aqui para saber mais.