Quando e onde utilizar os gatilhos mentais.




1 | Conteúdo


O primeiro lugar que você deve considerar usar os gatilhos mentais são nos conteúdos que sua empresa produz. Você pode fazer uso dessa estratégia nos textos, seja no texto fixo do seu site, nos artigos, no blog, nas chamadas das redes sociais, dentre outros.


Se seus clientes estão sempre antenados, lendo seus conteúdos, essa é uma forma muito eficiente de gerar leads sem ter gastos adicionais, sem custo nenhum você pode usar os gatilhos mentais em seu conteúdo e obter muito sucesso.


Para isso você deve entender as dores do seu comprador, se colocar no lugar da sua persona e, assim, se comunicar com ela da melhor forma com os gatilhos mentais adequados.


2 | E-mail Marketing


O e-mail marketing é uma ferramenta de marketing das antigas, mas que a maioria das empresas ainda utiliza. Às vezes, pode ser muito difícil e um verdadeiro desafio fazer com que as pessoas abram um e-mail marketing.


Com tantos e-mails que chegam diariamente na caixa de entrada das pessoas, o que fazer para que o seu e-mail seja aberto e não seja colocado direto na lixeira?


É aí que entram os gatilhos mentais. Eles têm o poder de aguçar a curiosidade e chamar a atenção de um consumidor. Se começar a usar os gatilhos mentais no “assunto” do e-mail você pode conseguir até, quem sabe, gerar mais leads.


3 | Página de Vendas


A página de vendas é uma página web em que você apresenta o seu produto, seus benefícios, características e outros motivos para persuadir um consumidor e efetuar a compra. Talvez esse seja o melhor lugar para você utilizar os gatilhos mentais, pois a pessoa que acessou essa página já possui uma intenção de compra, então convencê-la realmente a adquirir seu produto ou serviço já é o próximo passo.


Se um consumidor manifestar interesse, ele é direcionado para uma página em que poderá realizar a compra, adicionando demais dados e forma de pagamento. Ou seja, toda a transação de compra não é realizada na página de vendas.


A página de vendas é como se fosse apenas um chamariz, uma vitrine com informações úteis sobre seu produto ou serviço.


4 | Landing Pages


Quando se fala em otimização de sites, a landing page é uma das ferramentas mais importantes. Você sabia que a homepage não é a única forma de entrar no seu site? Você pode criar landing pages e ter muito mais acessos do que pela home page.


Isso acontece porque, na maioria das vezes que uma pessoa pesquisa por algum termo no Google, eles indicam para uma página específica. Ou seja, a home page tende a ser um ponto de partida para o conteúdo do site.


Uma home como landing page deve ter uma mensagem clara e ter disponível um botão de conversão com um layout claro, objetivo, sem distrações.


Clique aqui para saber mais.